sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Malícia-de-Mulher

Quando me olhas dengoso,
com jeito de quero mais,
me rendo em sua malícia,
feito fera na isca,
que rindo se satisfaz.

Sua malícia me encanta,
como serpente a enfeitiçar,
eu pobre presa calada,
deixo-me ser levada,
sabendo onde vou chegar.

Então mostro cheia de pose,
que minha malícia venceu,
com você quedado em meus braços,
perdido no tempo e espaço,
sem saber se és você ou EU!

Vera Aguia


Um comentário:

Ahtange disse...

Muito lindo.
Sabemos que a malicia da mulher sempre vence os desafios e olhares e desejos....
Bjos .